2001: Stronger than Fear | U2 Brasil
26 de março de 2016 · Especial U2 40 Anos
2001: Stronger than Fear
Postado por Aleh

O ano de 2001 se reserva como um dos anos mais importantes para a banda, tanto na profissão quando espiritualmente. O lançamento de ‘All That You Can’t Leave Behind’ reacende a chama do quarteto irlandês como a maior banda de rock do planeta, e leva uma nova geração a conhecer o U2 em seu ápice.

‘Beautiful Day’ é consagrada como um dos grandes hits do álbum, sendo nomeada a três prêmios Grammy. Enquanto isso, a banda prepara os detalhes finais de Elevation Tour, a qual vem a ser uma reviravolta, levando em consideração a turnê anterior. Enquanto a PopMart era envolvida em grandes produções, e levava o cinismo e humor ácido dos anos 90, a Elevation Tour volta às raízes, com turnê em arenas, e um palco simples. Era apenas a banda e os fãs.  A banda se preparava para voltar aos palcos norte-americanos em 24 de março.

Seguindo o lançamento meteórico de ‘Beautiful Day’, o novo álbum vem alcançando alguns hits como ‘Stuck in a Moment’, demonstrando que os olhos do mundo estavam novamente voltados à banda.

A primeira parte da Elevation Tour transcorreu com sucesso, e teve seus ingressos esgotados rapidamente. De novo, a banda estava no topo de sua carreira, com a volta às raízes e a simplicidade de outrora.

Bono continua fazendo seu trabalho humanitário, dialogando com líderes mundiais e tendo cada vez mais espaço. As pessoas começaram a perceber que as atitudes de Bono não eram apenas parte da filantropia impessoal de um rockstar, mas sim de sua verdadeira essência.

As coisas estavam começando a se organizar novamente, com a banda voltando a determinar seus alicerces, e reconectar com seus fãs, e colocando o ‘All That You Can’t Leave Behind’ como um dos melhores álbuns já feitos pelo quarteto irlandês. No entanto, Bono estava lidando com um momento bastante difícil de sua vida. Seu pai, Bob Hewson, se encontrava debilitado em um hospital, lutando bravamente contra um câncer. Por inúmeras vezes, o frontman do U2 saiu dos shows da turnê, pegando um avião diretamente ao hospital, onde seu pai se encontrava. Infelizmente, o pai de Bono veio a falecer dias antes do memorável show de Slane Castle, o que, definitivamente, deu àqueles shows em terras irlandesas um novo sentido. Não é à toa que eles são considerados, por muitos fãs, um dos melhores shows ao vivo feitos pelo U2.

Até que veio o 11 de setembro. Não é supervalorização dizer que essa data mudou o rumo da humanidade. Depois dos atentados de 11 de setembro, uma nova feição assolou não apenas os Estados Unidos, mas todo o mundo. Pelas câmeras de todo o globo, pudemos ver em tempo real e em primeira mão a pior faceta da humanidade, e se a guerra era uma situação estranha que apenas passava pela nossa mente em livros de História, agora era uma ameaça séria e real. Era o Estado de Terror.

Como todos, e especialmente como U2, a banda ficou chocada e horrorizada com os acontecimentos. Ver aquela retaliação de maneira covarde que destruiu milhares de vidas teve um impacto severo em todos. Os empresários e agentes queriam que a banda suspendesse os shows da turnê em virtude do que aconteceu, no entanto, naquele momento e em tantos momentos que iriam acontecer futuramente, a banda escolheu a esperança ao invés do medo, e o U2 levou sua música como cura para um povo tão necessitado. De modo quase providencial o ‘All That You Can’t Leave Behind’ trabalha justamente com as ideias de paz, esperança, solidariedade. Um mundo melhor, uma humanidade melhor.

As músicas e a nova parte de turnê trouxeram ao povo americano e, também a todos os outros, uma sensação de cura, conforto e esperança.  Consolo para os que perderam alguém, força para os que estavam lutando, motivação para os que ficaram, esperança de um mundo melhor para todos nós. Era U2 com o que fazia saber melhor: ser a banda mais humana de que se tem história.  Foi justamente nessa seara de momento mundial que U2 realizou o show memorável no halftime do Super Bowl no ano seguinte. Tão impactante que até hoje é descrito como o melhor show do espetáculo esportivo.

O ano de 2001 foi determinante para o U2, não só como maneira de reaproximá-los de seu público, como também de levar uma nova geração de fãs, assim como de um crescimento humano e espiritual numa época tão escura. Foi a consagração da banda em um de seus momentos mais sombrios, e a demonstração pública da essência daqueles quatro garotos de Dublin que, mais do que apenas rockstars, eram pessoas que escolheram a força do amor ao invés do temor.

Era o U2 como U2. E eles estavam apenas (re) começando.

Quer saber sobre os anos anteriores? Clique aqui para ver as reportagens passadas.


Compartilhar notícia