All We Need Is... | U2 Brasil
12 de junho de 2019 · Listas
All We Need Is…
VickyPostado por Vicky

12 de junho, aquele dia que para alguns vem carregado de cafonagem, pieguice e exagero, para outros vem carregados da ansiedade da primeira celebração juntos ou do medo de continuar sozinho, aquele dia em que uma mesa no restaurante vira um desafio, o presente ideal parece impossível de ser alcançado, aquele dia que para muitos é apenas mais uma data comercial, enquanto para outros é simplesmente o dia mais gostosinho do ano. Sim, o dia dos namorados, o hoje, mas que tão não encaramos a data dentro de regra nenhuma, mas sim apenas como um momento de celebrarmos o amor, o amor, esse sentimento meio maluco, meio tumultuoso e que pode ser celebrado e sentido de tantas formas: amor romântico, amor trágico, amor de mãe, de pai, de filho, amor pelo seu gato, pela sua cidade, pela sua banda, por si.

Pensando em todas as formas de amor, nós do U2BR preparamos uma lista com 10 músicas do U2 que falam de amor, de vários modos, de várias formas. Então, coloque os fones de ouvido, sozinho ou dividindo com o mozão, e curta a nossa trilha sonora especial.

PS: lembrando que a lista foi feita apenas como base na análise, crítica, opinião e escolhas desta que vos escreve, então, fiquem à vontade para comentar, concordar, discutir ou criar a sua própria lista. E sim, talvez ela não seja nada óbvia e precisasse ser muito maior.

10 – Pride (In The Name Of Love)

Um amor a uma causa, a uma luta, a uma ideia, a um sonho, um amor que custou a própria vida. Pride (In The Name Of Love) foi escrita como uma homenagem do U2 a Martin Luther King, líder negro que lutou pelos Direitos Civis nos Estados Unidos e acabou sendo assassinado justamente por isso. Aqui é questionado o que mais em nome do amor? O que maior do que perder a sua vida? O que mais do que ser a voz de um grupo, ou deixar apenas a sua vida para trás para melhorar a de tantos outros, ou até mesmo o que mais do que um amor cego, insano e louco que te faz ter coragem (ou seria a covardia) de tirar a vida de alguém? Um amor pela paz e pela vida.

9 – Get Out Of Your Own Way

Quando Songs of Experience foi lançado, algumas músicas surgiram como sendo cartas que Bono havia escrito para pessoas importantes na sua vida, e esta é a sua escolha para as suas filhas: Jordan e Eve. Ou seja, aqui encaramos o amor de pai para filho, um amor que tem que aprender a deixar partir, a desgarrar, um amor que passa de ator para expectador. Mesmo que ao longo da jornada da música e da turnê da banda ela tenha sido invocada como uma canção sobre a luta por liberdade ou sobre a intolerância, podemos notar nela isso, alguém crescendo, alguém buscando a sua voz o seu espaço, para que respeitem os outros e aprendam a lidar com as suas próprias desilusões e medos.

8 – Love Is Blindness

Achtung Baby foi um álbum escrito e produzido sob uma verdadeira tempestade emocional de toda a banda, além da tensão entre os membros e a busca do U2 em se firmar e encarar toda a a fama após o furacão Joshua Tree, havia o divórcio de The Edge da sua primeira esposa, Aislinn, o que acabou por abalar a todos.

Levando em consideração tudo isso, talvez não houvesse escolha melhor para fechar o álbum do que Love iIs Blindness e seu amor obsessivo, louco e poderíamos dizer que até um pouco assustador. É um lamento assombroso, tenso, um amor que não é puro, romântico ou levo, é um amor que passa por traição, erro, medo, engano, deslealdade, mas mesmo assim é perseguido, almejado, é um relacionamento agridoce, no qual você mais se afunda, mergulha mais distante quanto mais tenta sair.

7 – Dirty Day

Um amor de filho para pai, Dirty Day reapareceu nos shows do U2 no ano passado, o que emocionou a muitos fãs. Gravada originalmente em Zooropa, teve a sua história descrita por Bono na biografia da banda, U2 by U2: a inspiração dela veio de uma frase dita pelo seu pai. “’It’s a Dirty Day’ (é um dia sujo), era uma expressão que o meu pai poderia usar, e foi influenciado por Charles Bukowski, o grande escritor e bebedor americano. Seu apelido era Hank e eu uso sua frase no final da música, Hank diz que os dias passam como cavalos sobre as colinas”. A música é sobre um personagem que abandonou sua família e, anos depois, conhece o filho que ele abandonou.

6 – Who’s Gonna Ride Your Wild Horses

Um amor proibido? Um amor mal resolvido? Um amor não declarado? Mais um música de Achtung Baby e todo o seu turbilhão emocional, Horses apresenta uma tensão de algo que nunca foi e talvez nunca será dito diretamente, é um amor aprisionado que não sabe se vai ou não seguir em frente, muitos alegam que foi mais uma das letras que Bono escreveu sobre o divórcio de The Edge, teorias da conspiração de fãs dizem que é sobre um caso vivido por um dos membros da banda, alguns acham metáforas sexuais na letra… Horses é sobre o amor que vive no limite entre o real e o imaginário, nas sombras.

5 – Iris (Hold Me Close)

O amor do filho para a sua mãe. Iris Hewson, mãe de Bono falecida desde a sua adolescência, talvez seja uma das figuras mais marcantes e influentes não apenas na sua vida, mas também nas letras da banda. Iris gravada em Songs of Innocence, traz muito da dor de um menino que perdeu a sua mãe aos 14 anos de idade, e que infelizmente não pode dividir ou aprender com ela muito do que precisava. “A dor no meu coração é tão parte de quem eu sou… Me segure e não me deixe partir… Eu tenho a sua vida dentro de mim… Nós nos encontraremos novamente”, Bono citou a letra e o seus sentimentos ao The Irish  Central na ocasião do lançamento do álbum.

4 – Love Is Bigger Than Anything In Its Way

Uma lista sobre músicas de amor não seria completa sem uma que fala simplesmente sobre ele, o AMOR, maior que tudo, maior que todos e maior do que todas as barreiras. Simplesmente assim, o amor que não é seu, meu, de um casal, de homens, mulheres, nada, é o amor em seu estado puro. É o amor que você sente quando escuta uma música, quando assisti a um filme por horas com os seus amigos, é quando sorri quando seu cachorro te recebe em casa, são tantas coisas, o amor é “A” força, e nada pode se impor a ele.

3 – With Or Without You

Se o U2 alguma fez já fez uma “música de casal”, nenhuma outra da discografia da banda pode ganhar o título com mais louvor do que esta. E agora vamos a polêmica plantada pela autora deste post: ela realmente é uma música sobre amor ou seria uma música sobre medo? Para essa que escreve a vocês, seria uma música sobre obsessão, pode ser a obsessão de Bono pelo sucesso na época em que foi escrita, pode ser um amor obsessivo, uma obsessão por mostrar o seu valor, toda a sua letra é um jogo de luz e sombra.

2 – Hawkmoon 269

O tipo do amor que não se pode viver sem, sua alma gêmea? O amor pela família? O amor pela sua fama, pela sua banda, Hawkmoon é exatamente essa música, a música de quem não se sente completo sem o seu amor, uma peça de quebra-cabeças solta, alguém que necessita do outro – ou de outros, ou de fatos – para estar completo. Alguém sozinho em uma estrada pensando que o seu destino é tudo o que precisa chegar. Alguns colocam ela, como em tantas lendas, como um lamento de um viciado em busca de drogas. Uma curiosidade, poucos sabem mas Bob Dylan é o responsável por tocar órgão nesta faixa.

1 – Luminous Times (Hold On To Love)

Garanto que muitos vão e surpreender com o número 1 desta lista e muitos não a conhecem. Gravada nas sessões de The Joshua Tree, Luminous Time foi lançada como B-side do single de With Or Without You e já foi definida por Bono como realmente a parte 2 da história que ele gostaria de contar na primeira canção. “Eu te amo por que eu preciso, não porque eu preciso de você….” Eu te amo porque eu entendo que Deus me deu sua mão. Esse é o amor completo, esse é o amor que subjuga. É o amor que todos procuramos.

E se quiser ouvir a lista toda no Spotify, o link está abaixo:


Compartilhar notícia

  •  
  • 6
avatar
1 Comment threads
2 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors
Roque Fernandorgf Recent comment authors
  Inscrever-se  
mais novos mais antigos mais votados
Notificar-me de
rgf
Visitante
rgf

O que o U2 se tornou???? Perderam os valores familiares?