As 10 músicas que ficariam muito bem de abertura na eXPERIENCE + iNNOCENCE Tour | U2 Brasil
15 de abril de 2018 · eXPERIENCE + iNNOCENCE Tour · Listas
As 10 músicas que ficariam muito bem de abertura na eXPERIENCE + iNNOCENCE Tour
VictorRuyzPostado por VictorRuyz

10 – Red Flag Day

Em “Red Flag Day”, a experiência dança junto com os primeiros anos da banda. A inocência sendo expressada a partir da fase adulta da banda. Uma música para o show começar com energia e reverencia aos primórdios do quarteto.

9 – Lights Of home

Uma das letras mais intensas do último álbum. O show começaria com uma indagação de Bono à sua fé. Fato que costumamos fazer ao longo do caminho. E há trechos encontrados em “Songs of Innocence”. Uma mescla dos dois períodos.

Free yourself to be yourself.

8 – Acrobat

Don’t believe what you hear
Don’t believe what you see
If you just close your eyes
You can feel the enemy

And you can dream
So dream out loud
You know that your time is coming ‘round
So don’t let the bastards grind you down

Um conselho da fase inocente à experiência que está para surgir?

Assim como as canções números 7 e 6 da lista, seria uma sequência cronológica do que a banda tem feito nos últimos anos. Primeiro, a fase inocência, depois os shows de “Joshua Tree” e, por fim, a fase da experiência começando e continuando de onde haviam parado, com “Achtung Baby”…

Sim, a banda lançou “Rattle and Hum” em 1988. Mas a mudança de fase deu-se mesmo em 1991…

Seria histórico. Nunca sequer tocaram “Acrobat” em algum show. Imagine isso ser feito logo de abertura. Improvável, mas louvável.

7 – The Fly

Look, I gotta go, yeah I’m running outta change
There’s a lot of things, if I could I’d rearrange.

6 – Who’s Gonna Ride Your Wild Horses

Dando uma nova conferida na letra, podemos interpretá-la como sendo um personagem conversando com ele mesmo. Um personagem conversando com seu passado. Justificando suas ações, seus erros.

Baby, can we still be friends?

Podemos, ainda, ser amigos da nossa inocência de outrora?

Além do simbolismo, a canção há muito não é tocada. Que vai aparecer nos shows é quase certo. Ao menos na Europa, é grande a probabilidade. Tem sido ensaiada. Aparecer de abertura seria uma surpresa que fã nenhum acharia ruim.

5 – Get Out Of Your Own Way

É muito provável que caprichem bem mais na introdução de “Get Out Of Your Own Way” ao vivo do que na versão do álbum. No álbum está bem simplória, assim como a parte instrumental. Com algumas mudanças, poderia ser uma bela pedida de abertura. Com os primeiros versos cantados sendo justamente o nome da música, um pedido para todos saírem da zona de conforto. Uma coragem e convicção resultante da fase “experiência”. Pois é na experiência que os olhos se abrem e percebemos as falhas ao nosso redor.

4 – The Blackout

As luzes da inocência, enfim, se apagando. O início da experiência que se dá graças ao apocalipse interno que enfrentamos. Experientes dinossauros se questionando o motivo pelo qual ainda estão na Terra.

A dinosaur, wonders why it’s still on the Earth

When the lights go out and you throw yourself about
In the darkness where we learn to see

3 – Love Is All We Have Left

O show começaria em um clima espacial. Essa é a sensação que a música traz. Tecnologia. Se na turnê passado já éramos presenteados com o mais maravilhoso show tecnológico – e olha que estávamos na fase da inocência – na fase da experiência, “Love Is All We Have Left”, e todo ambiente climático que ela carrega, abriria o show sendo um anúncio de que presenciaríamos um novo mundo de experiência, movido à imersão tecnológica muito mais desenvolvida.

2 – Love Is Bigger Than Anything In Its Way

Para muitos, a melhor canção do álbum. Refrão para todo mundo cantar junto e começar o espetáculo já em êxtase. Bono escreveu essa música para os filhos. Simbolicamente, a mensagem é perfeita para se enquadrar no tema de experiência. Um pai aconselhando suas criações. Conselhos que daríamos para nós mesmos, se pudéssemos encontrarmo-nos jovens.

1 – Beautiful Ghost/Introduction To Songs Of Experience

Como melhor começar uma turnê de temática “Experience” do que com uma música, criada em 1987, de título “Introduction to Songs of Experience”? Ter ela de abertura na nova turnê seria como um ato profético se cumprindo. Traria, ao público e à banda, um sentimento mais do que nostálgico. A melodia remete, de fato, mais a um poema sendo recitado por Bono. Com o perdão do trocadilho, seria a abertura mais poética que o U2 já fez na carreira. Tanto pelo significado quanto pelo estilo da referida música. Uma continuação direta de tudo que a banda fez nos últimos anos, pois a canção é sobra de estúdio da época de “Joshua Tree”, lançada oficialmente somente em 2004, na compilação “Unreleased And Rare”.

E aí, concorda com a lista? Tem outra sugestão? Opine nos comentários!


Compartilhar notícia

  • 104
  •  
  •  

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever-se  
Notificar-me de