Bono é entrevistado pela rádio italiana RTL 102.5 | U2 Brasil
6 de agosto de 2018 · Bono · eXPERIENCE + iNNOCENCE Tour
Bono é entrevistado pela rádio italiana RTL 102.5
RômuloPostado por Rômulo

Na última sexta (03), Bono concedeu uma entrevista à rádio italiana RTL 102.5 no programa “The Flight“, conduzido por Luca Dondoni e La Zac. Graças ao site U2360Gradi, temos um resumo desta conversa.

Esta é a primeira de uma série de entrevistas que a banda fará durante o mês de agosto para promover a leg europeia da eXPERIENCE + iNNOCENCE Tour, que terá início no próximo dia 31 em Berlim.

A primeira pergunta foi sobre o single “Love Is Bigger Than Anything In Its Way” e a decisão de fazer remixes (referindo-se ao remix de Beck). Bono responde que a escolha de fazer remixes é divertida, ressaltando que as músicas assumem um novo papel.

“O remix de ‘Love Is Bigger Than Anything In Its Way’ de Beck é muito divertido. Ele é um verdadeiro gênio.”

Falando sobre a nova turnê, Dondoni recorda os concertos de Milão, e pergunta sobre a leg norte-americana, em particular sobre a opção de abrir os concertos através da experiência de Realidade Aumentada. Bono diz que eles estão satisfeitos porque, ao permitir que os fãs façam o download desse aplicativo especial, eles conseguiram aumentar o fator emocional do show e aproximar ainda mais o público. Para o U2, a relação com os fãs é fundamental, especialmente a ligação com os fãs italianos (a tal ponto que os concertos na Itália para a banda irlandesa não são suficientes).

“Ao vivo, haverá um aplicativo para desfrutar de uma realidade aumentada, uma nova experiência de como viver o concerto. A ideia é estar mais perto do público.”

Bono, então, é perguntado sobre a decisão de não tocar músicas do “The Joshua Tree”. Ele diz que, graças à turnê de comemoração dos 30 anos do álbum, eles puderam tocá-lo na íntegra, e nesta turnê eles estão focados em “Songs Of Experience”, e nas questões pessoais do álbum. Bono ressalta que “Love Is Bigger” é um legado para as crianças.

“‘Love Is Bigger Than Anything In Its Way’ é uma peça muito importante, uma espécie de legado que eu quero deixar para os meus filhos. O ‘Joshua Tree’ já foi honrado.”

Por fim, a conversa chega ao assunto sobre a situação política, o Mediterrâneo e os migrantes, referindo-se também à atitude atual do governo italiano. Bono responde que sempre tem muita confiança e estima pela Itália (que não deve ser deixada sozinha para enfrentar o problema sério) e de seu povo, que ama os italianos. Ele diz que é difícil de entender exatamente a situação dos migrantes, para aqueles que estão distantes, mas ele sabe que, como ativista (embora possa parecer uma estrela de rock mimada), e muitas pessoas, como o irlandês que tem um forte passado como um migrante, devem estar perto dos migrantes e mostrarem compaixão em um momento tão complicado.

“Acredito no espírito de compaixão que todos temos, alguém pode pensar que sou um astro do rock imperfeito, mas acho que tenho o direito de dizer estas coisas, de acreditar na compaixão para com os outros.”

“É complicado falar sobre isso, não temos ideia do que essas pessoas estão tentando deixar e sair de casa.”

“Nós, irlandeses, emigramos em todo o mundo. Eu acredito na Itália, acredito nos italianos, acredito em sua compaixão. A Itália não deve ser deixada sozinha.”

Você pode ouvir a entrevista completa (em inglês) abaixo:


Compartilhar notícia

  • 111
  •  
  •  
avatar
  Inscrever-se  
Notificar-me de