Interpretação: Magnificent | U2 Brasil
10 de março de 2009 · Interpretações
Interpretação: Magnificent
Postado por Suderland
mag

Como o Bono ainda não declarou nada, não posso afirmar com certeza que essa música se refere à Deus, mas o conteúdo da música, como veremos abaixo, e a forma como o Bono a interpretou nas apresentações ao vivo (ver link do youtube no final desta interpretação) me levam a crer que ele escreveu uma belíssima doxologia. Vamos à interpretação!

.:: Magnificent ::.

Magnificent
Magnificent

I was born [Eu nasci]
I was born to be with you [Eu nasci para estar com você]
In this space and time [Neste espaço e tempo]
After that and ever after [Depois deste (espaço e tempo) e para sempre]
I haven’t had a clue [Eu não tinha a menor idéia]
Only to break rhyme [Só para quebrar a rima ]
This foolishness can leave a heart black and blue [Esta loucura pode deixar um coração desolado] [1]

O Bono começa confessando que nasceu para estar com Deus agora e sempre. Mas pela frase “I haven’t had a clue” percebe-se que nem sempre o Bono teve essa certeza que hoje ele tem. Creio que essa certeza só veio após a morte da mãe dele, que deixou sua vida bastante atribulada. E a sua biografia conta que ele só reencontrou sua paz quando conheceu e passou a freqüentar um grupo de amigos que estudavam a Bíblia e quando começou a cantar. Provavelmente nessa época ele começou a ter essa certeza de que nasceu para estar com Deus e cantar para Deus. Indício disso é que nessa mesma época o Bono escreveu uma carta ao pai dizendo que a sua vida e trabalho seria o testemunho da sua fé em Cristo para o mundo. [2]

Mas o Bono alerta que essa “loucura” pode deixar um coração “desolado”, que creio ser a melhor tradução para “a heart black and blue”. O curioso é que o Bono também usou as cores “black” e “blue” na música “Bad”. E em “Bad” ela passa a idéia de dor, angústia, desolamento.

E por que essa “loucura” deixaria um coração assim? Porque o caminho que o Bono percorreu até chegar onde ele está hoje foi bastante doloroso. Mas, paradoxalmente, é a dor que molda a nossa alma e nos torna pessoas melhores.

Only love, only love can leave such a mark [Só o amor, só o amor pode deixar tal marca ]
But only love, only love can heal such a scar [Mas só o amor, só o amor pode curar tal cicatriz.]

Então surge esse refrão com a forte declaração de que só o amor pode deixar essa certeza no coração descrita na primeira estrofe. Só o amor pode curar as cicatrizes (mágoas) existentes no coração. Cicatrizes que talvez sejam frutos de se viver (para) esse amor, pois, como o próprio Bono disse na música “Windows In The Skies”: o amor faz inimigos estranhos. E só esse amor pôde mostrar ao Bono o que ele vê hoje.

I was born [Eu nasci]
I was born to sing for you [Eu nasci para cantar para você]
I didn’t have a choice but to lift you up [Eu não tive uma escolha a não ser te exaltar ]
And sing whatever song you wanted me to [E cantar qualquer canção que você queira que eu cante]
I give you back my voice [Eu te devolvo a minha voz]
From the womb, my first cry, it was a joyful noise [Desde o ventre, o meu primeiro grito, foi um som de alegria]

Nessa estrofe o Bono continua declarando sua condição de adorador. Foi para Deus que o Bono diz que nasceu para cantar. E chega a dizer que sequer teve uma escolha, como se estivesse predestinado a esse amor.

O interessante dessa estrofe é que o Bono está dizendo que quando ele canta para Deus, ele está, na verdade, “devolvendo” a sua voz para ELE. Essa é uma forma de reconhecer que essa voz, que ele tem desde que saiu do ventre da mãe, é um dom de Deus para ele. Por isso que ele diz que quando está cantando para Deus, como nessa música “Magnificent”, ele está apenas devolvendo sua voz para ELE, o criador, na forma de adoração, de exaltação.

Only love, only love can leave such a mark [Só o amor, só o amor pode deixar tal marca ]
But only love, only love can heal such a scar [Mas só o amor, só o amor pode curar tal cicatriz]

Um detalhe interessante, na música “Stand Up Comedy”, o Bono escreveu: “God is love”, que é uma referência direta ao texto do apóstolo João, que diz que “Deus é amor”. E o adjetivo “Magnificent” é um atributo de reverência. O clima “gospel” da música e a forma como o Bono a interpreta [3] contribui com a idéia de que essa música é para Deus.

Justified till we die, you and I will magnify The Magnificent. Magnificent. [Justificado até nós morrermos, nós exaltaremos O Magnífico. Magnífico.]

Essa frase deixa mais forte a idéia de que essa canção se refere à Deus, pois Bono diz que exaltará “O Magnífico”, onde o artigo “The” e a letra maiúscula em “Magnificent” passam a idéia de que a pessoa, a qual a música se refere, é a personificação do Magnífico. O que me remete diretamente a Deus.

E o que significa essa “justificação” que o Bono citou? Segundo Jesus Cristo, todo aquele que nEle crê está justificado diante de Deus, não tem mais culpa NENHUMA que o acuse diante de Deus. Mal comparando, é como se você devesse “trilhões de dólares” para a justiça do universo (por conta de todos seus erros, pecados, ofensas, etc), então Jesus veio como “fiador” e pagou TODA sua dívida à justiça sem NADA cobrar de você, exceto que você viva AMANDO ELE e o próximo). Ao pagar TODA a dívida (com sua própria vida na cruz), Jesus tornou justo (justificou) quem nEle crê diante da justiça universal, cujo o juíz é Deus (Deus é o justo juíz, Ele não pode deixar os delitos humanos passarem impunes, por isso Deus se fez homem para pagar as dívidas humanas e, assim, nos livrar da condenação de uma vez por todas, pois, segundo Jesus, para o homem seria impossível). Dessa forma, quando o Bono diz “Justificado até nós morrermos..”, ele está falando da justiça que Jesus nos imputou, mesmo sem merecermos, simplesmente por nos amar.

O que resta para quem reconhece que já recebeu gratuitamente de Deus o maior dom que alguém pode receber, que é a vida eterna, senão adorá-Lo e exaltá-Lo?!?

Only love, only love can leave such a mark [Só o amor, só o amor pode deixar tal marca [
But only love, only love unites our hearts [Mas só o amor, só o amor une os nossos corações..]

Só quem verdadeiramente ama é capaz de tomar uma atitude dessas. Só por amor incondicional Jesus fez o que fez pela humanidade. E Ele fez isso porque sabe que o nosso melhor ainda é insuficiente. Por amor Deus justifica quem crê nEle. Por amor Ele se deu por nós e nos justificou gratuitamente. Por isso Ele é “Magnificent”.

E quem compreende o tamanho desse amor de Deus por nós, se rende ao Seu amor e se deixa ser guiado por ELE mesmo sabendo que vai se machucar pelo caminho. E esse sabe que até a voz que tem e o ar que respira é graça dELE. Por isso “canta qualquer canção que ELE queira que se cante e devolvo a voz exaltando-O”. Só o amor pode deixar tal marca no coração! Ou como o Bono canta em “Windows In The Skies”, você não vê o que o amor tem feito?!

Obrigado a todos que chegaram até aqui e fiquem à vontade para comentar! Espero que tenham gostado.

Cordialmente,
Suderland Guimarães


Compartilhar notícia