Revelada passarela de vinil em homenagem ao legado musical do Windmill Lane | U2 Brasil
1 de março de 2019 · Notícias
Revelada passarela de vinil em homenagem ao legado musical do Windmill Lane
RômuloPostado por Rômulo

A história musical da localização original do Windmill Lane Recording Studios nas docas de Dublin foi homenageada na última quarta (27) com a apresentação, pela cantora Moya Brennan da banda Clannad, de uma instalação com as capas de 21 dos álbuns mais famosos para os quais o estúdio foi utilizado durante as gravações. As capas foram incorporadas no pavimento da remodelada Windmill Lane, em South Docks, em Dublin, para criar uma “passarela de vinil”.

Além de ser onde os três primeiros álbuns do U2 – “Boy”, “October” e “War” – foram gravados na íntegra, a banda também fez muito do trabalho vital em “The Unforgettable Fire”, “Joshua Tree” e “Achtung Baby” no estúdio original no Windmill.

Os estúdios – considerados importantes para o desenvolvimento de uma cultura musical de sucesso internacional na Irlanda – também foram o local de gravação de álbuns de uma série de artistas internacionais de sucesso, incluindo Clannad, Van Morrison, The Waterboys e Kate Bush.

Duas instalações especiais foram tornadas públicas: uma dedicada aos seis álbuns do U2 que incluem faixas gravadas e mixadas nos estúdios; o outro, para quinze álbuns que foram escolhidos para refletir a extraordinária amplitude do aclamado material criado ali, durante os quatorze anos do estúdio no local. No que é uma instalação única, as capas dos álbuns estão embutidas sob o vidro de acrílico, colocadas na calçada e acesas para que possam ser vistas à noite.

Moya Brennan e a instalação especial do U2

Para celebrar a inauguração, o primeiro de uma série planejada de concertos do “Windmill Live”, com curadoria da revista Hot Press, aconteceu na quarta à noite, com a atração principal de Hothouse Flowers. O The Flowers esteve acompanhado no palco por uma convidada especial, ganhadora dos prêmios Grammy e Emmy, Moya Brennan do Clannad, durante um show íntimo e gratuito para 270 convidados. Eles foram apoiados pela cantora e compositora de soul Erica Cody, que é uma das estrelas da “The Story of Hip Hop” da RTÉ Concert Orchestra.

Tanto Hothouse Flowers quanto Clannad usaram extensivamente os estúdios no Windmill Lane para fins de gravação. O show contou com um dueto de Moya Brennan e o vocalista do Hothouse Flowers, Liam Ó Maonlaí, em “In A Lifetime”, o épico sucesso de 1985 que Moya originalmente cantou com Bono do U2.

Comentando sobre as instalações do álbum, James Morris, o fundador da Windmill Lane Recording Studios, disse:

“Isso comemora não apenas a herança musical do Windmill Lane, mas também celebra o extraordinário talento dos que trabalham no Windmill – particularmente meu ex-sócio e co-fundador do Windmill Recording Studios, Brian Masterson – que fez dele o lugar que era. É apropriado que tanto eles como todos os músicos e artistas que trabalharam aqui sejam permanentemente lembrados através do trabalho artístico de suas capas de álbuns no Windmill Lane.”

Niall Stokes (editor da Hot Press), Moya Brennan (banda Clannad) e Kevin Nowlan (CEO da Hibernia Reit). Foto: Jason Clarke

Niall Stokes, editor da Hot Press, disse:

“A música irlandesa realmente amadureceu no final dos anos 1970 – e um dos desenvolvimentos mais importantes nesse sentido foi o lançamento dos estúdios no Windmill Lane. Na década seguinte, além de ser uma espécie de segundo lar para o U2, os estúdios se tornaram a meca de algumas das principais luzes da música internacional. Entre os álbuns apresentados na instalação estão alguns dos meus álbuns favoritos de todos os tempos, por isso é ótimo ver o maravilhoso legado criado no Windmill Lane sendo celebrado desta forma.”

Em 1992, a Windmill Lane Pictures vendeu o negócio Windmill Lane Music Recording e todo o seu equipamento para o co-fundador do Windmill Lane Recording Studios, Brian Masterson, que subsequentemente mudou os estúdios de gravação para Ringsend.

Embora não estejam envolvidos no evento desta noite, o Windmill Lane Recording Studios continua a prosperar em sua base na Ringsend Road, com artistas internacionais do mais alto calibre chegando à Irlanda para gravar lá, continuando o legado estabelecido sob o nome no local do Windmill Lane. Entre os artistas que gravaram mais recentemente estão Rolling Stones, AC/DC, U2, REM, Kylie Minogue, Lady Gaga, Ed Sheeran, The Script, Kodaline, Hozier e o falecido David Bowie, entre muitos outros.

A Windmill Lane Pictures continuou a operar da Windmill Lane até 2009, período durante o qual os estúdios de música originais foram renomeados para Número 4 e continuaram a operar como estúdios de áudio para cinema e televisão. Em 2015, o local foi redesenhado como 1WML pela empresa imobiliária Hibernia REIT.

O local faz parte do amplo Windmill Quarter, que compreende 6 edifícios ao redor do Windmill Lane que oferecem uma combinação de escritórios, apartamentos, academia e lojas de varejo, oferecendo um espaço de trabalho exclusivo para mais de 4.000 pessoas de empresas como Core Media, HubSpot, Riot Games e Iconic Offices. A “Vinyl Walkway” e a série de concertos “Windmill Live” são iniciativas da Hibernia REIT para reconhecer o legado musical do local.

Fonte: Hot Press


Compartilhar notícia

  • 77
  • 2
  •  
avatar
  Inscrever-se  
Notificar-me de