U2 estreia o videoclipe de "The Blackout" | U2 Brasil
30 de agosto de 2017 · Notícias · Songs of Experience
U2 estreia o videoclipe de “The Blackout”
Postado por Thiago Dos Santos

O U2 divulgou hoje o videoclipe da canção “The Blackout”, que estará presente no próximo álbum da banda, “Songs Of Experience”. Ele possui uma estética parecida com a de “Invisible”, e foi gravado no dia 28 de Julho, na WesterUnie, uma boate em Amsterdã, em uma performance para algumas centenas de fãs convidados.

O vídeo foi dirigido por Richie Smyth, que já havia trabalhado com a banda nos clipes de “The Fly”,  “Even Better Than The Real Thing”, “Last Night On Earth”, entre outros, e que recentemente dirigiu o filme “The Siege of Jadotville”.

No dia 6 de Setembro, será lançado o primeiro single de “Songs Of Experience”, “You’re The Best Thing About Me”. E no mesmo dia, a banda irá divulgar detalhes sobre o álbum, como a data de lançamento, a arte da capa, as canções presentes, entre outras informações.

Enquanto isso, fique com o vídeo, a letra e a tradução de “The Blackout”:

LETRA | TRADUÇÃO


Compartilhar notícia

  • Anderson Nunes

    Ínicio lembra The Real Thing…ouvi várias vezes para tentar assimilar, porém cheguei a conclusão que não agrega absolutamente nada..sou fã do U2 desde 1984…a impressão que tenho é quer o último grande disco é o ATYCLB…depois desse veio ladeira abaixo…espero mesmo estar enganado em relação a este novo disco, só que pelos tantos adiantamentos que teve e a dúvida deles em relação a este, ñ irei criar expetativas…espero estar errado!

  • Fred

    HTDDAB é ladeira abaixo? Muito mais completo que o ATYCLB. Fez muito mais sucesso também. ATYCLB é bom, mas é popzinho demais. A segunda metade do álbum perde muita força.

  • Andre Luis Wendt Dos Santos

    Li um artigo ou post sobre isso recentemente…Falava que toda a banda tem um momento que atinge um auge no processo de criação. Acho que o U2 atingiu este momento na transição do Joshua Tree até o Zooropa…Infelizmente daqui para frente não dá para esperar muita novidade…Mesmo assim achei Blackout fraquinha. Vamos ver se dia 6 vem algo mais animador.

  • LIFILMS

    Cada fase do u2 é algo de sensacional: Fase 80 e os boatos de que o u2 iria acabar pós Rattle and Hum, ressurgiu com o AB. Fase 90 e a chegada do POP e a fase de estranhamento que fez ressurgir o boato de que a banda iria acabar, voltou com All That You Can’t Leave Behind. Fase 00, diziam que o U2 jamais voltaria a ganhar um Grammy de melhor álbum do ano, venceu com o HTDAAB. Fase10, comentava-se que o u2 jamais conseguiria lançar um álbum bom, Songs Of Innocence foi eleito melhor álbum do ano pela revista Rolling Stones. E ainda levou o globo de ouro Best Original Song com cação Ordinary Love em 2014. U2 sempre calando a boca de muita gente… e eu tenho certeza que vai mais uma vez surpreender a todos com o novo trabalho.

  • Pedrão

    De cara percebi essa semelhança da intro com The Real Thing também. Eu penso mais ou menos como você. Eles estão com uma mania de repetir o refrão várias e várias vezes que chega a me incomodar. Eu ainda espero músicas mais não-lineares e mais trabalhadas, fugindo do tradicional: solos expressivos de guitarra, mais batera do Larry de forma mais surpreendente (The Blackout teve um pouco disso) enfim…

    Quero muito que este novo álbum seja diferente do Innocence (não gostei, exceto duas músicas). Edge disse que ele lembra Zooropa, tenho essa esperança.

  • Anderson Nunes

    Sim…parece que eles perderam o caminho, esperamos com ansiedade e já alguns anos chega algo que não tem tanta profundidade, tem esse lance do refrão batido tb…eu realmente fiquei decepcionado com esta música…não dá vontade ouvir várias vezes, parece música B-side…quanto ao SOi, tb achei um disco inexpressivo…mesmo o ATYCLB que é bem comercial, conseguiu me animar mais…pra mim o último grande trabalho ainda é Zooropa….após isto parece q ficou tudo linear mesmo…mas vamos aguardar p ouvir o novo single e disco tb…espero estar muito errado!

  • Jose Reinaldo Sousa Junior

    Se vocês acham esse novo trabalho do U2 é fraco, então porque não escrevem letras e melodia para vê se são melhores, A cada disco U2 inova e com musicas excelentes, as bandas de hoje são totalmente descartáveis mas U2 sempre esta na mídia com sucessos. Estou ansioso por este novo trabalho e que venham outros. U2 é e continuará sendo a melhor banda da atualidade.

  • Anderson Nunes

    Hehe…acho que estou em uma fase capaz de ter discernimento para poder admitir que a banda q amo tb erra…não sou músico e nem letrista, sou um admirador…somente a minha opinião…sem atacar ninguém!!!

  • Igor David

    Estou ouvindo direto desde o lançamento…pode não ser uma musica a altura do que esperamos do U2…mas é infinitamente melhor do que qualquer coisa que rola no mainstream hoje…tem força…tem espirito U2…e isto é o que importa…e o Bono cantando nunca é ruim…ouvir o Bono cantando é muito bom…que venhs soe….e que venha mais um depois dele…

  • Pedrão

    Sim. Até Zooropa, os discos tinham em sua maioria grandiosas músicas ou até mesmo na totalidade. Após isso os discos se resumiram em apresentar uma ou outra música de impacto. Eu ainda gosto do POP, então marcaria ele como último grande álbum (If God Will Send His Angels, Staring At The Sun, The Playboy Mansion, Please e If You Wear That Velvet Dress acho maravilhosas e as outras medianas).

    ATYCLB eu fico com Kite, In A Little While, When I Look At The World e New York. Acho que o ruim desse álbum foi a consequência que ele trouxe: Beautiful Day e Elevation, pois são músicas que a banda não tiram de nenhum show desde então, e já encheram o saco. Elas ocupam lugares de outras músicas que a banda poderiam incluir, como inéditas por exemplo.

    HTDAAB eu não coloco pra escutar há anos. Não me causa hype.

    NO LINE eu gostei da forma como o U2 trabalhou algumas músicas, como No Line On The Horizon (a que eu mais gosto. O vocal do Bono é algo diferenciado nessa canção, deixou de seguir o tradicionalismo dos últimos álbuns), Moment Of Surrender, Unknown Caller e FEZ. Essas músicas traduzem o que eu espero da banda nessa última década, pois fogem do básico, trazem algum experimentalismo e personalidade única da canção.

    SOi eu não escuto. Não me agradou, exceto Cedarwood Road e The Troubles.

  • Para mim sempre será a melhor banda do mundo e gosto de tudo que fazem. Não sei o que seria de mim sem o U2. Porém, também tenho meus questionamentos. No meu ponto de vista, acho que eles se preocupam muito em fazer “o melhor ou mais atual” para um público que talvez eles não tenham e não vão conquistar e isso acaba atrapalhando de certa forma a essência que a banda sempre teve em seu DNA. Enfim, achei a música boa como tantas outras, mas acho que ela não entrará em meu top 100 da banda. Ancioso pelo que virá 😉

  • Sempre vou gostar de tudo que eles fazem, mas como disse, eles pederam um pouco do próprio DNA. Acho que eles se preocupam muito em agradar um novo público (que não será fiel) e acabam se perdendo um pouco. Essa música é muito boa mas também me lembra Muse (como exemplo) e eu sou o cara que prefiro ouvir Muse e falar: isso me lembra U2 e não ao contrário entendeu?!?!

  • Concordo em muita coisa e dou um copy paste do que disse acima (acho que vêm de encontro ao nosso pensamento) >>> Sempre vou gostar de tudo que eles fazem, mas como disse, eles pederam
    um pouco do próprio DNA. Acho que eles se preocupam muito em agradar um
    novo público (que não será fiel como nós) e acabam se perdendo um pouco. Essa
    música é muito boa mas também me lembra Muse (como exemplo) e eu sou o
    cara que prefiro ouvir Muse e falar: isso me lembra U2 e não ao
    contrário não é verdade!?!?!

  • Pedrão

    Exato. Tb compartilho deste pensamento. Desde que a banda começou com essa onda de querer agradar novos fãs, nova geração, a coisa começou a desandar um pouco. Se eles desapegassem a isso, a esse compromisso que não faz tanto sentido, a qualidade iria melhorar exponencialmente. O Bono às vezes é cabeça dura para algumas coisas. E nessa tecla parece que ele vai custar a largar (dá até para perceber isso nos setlists dos shows).

    Tenho até curiosidade de saber como seria SOe antes da mudança que eles fizeram por causa do Trump. Se essa mudança de fato melhorou. Mas isso nunca saberemos. Esperar o álbum mesmo e tomara que venha uma enxurrada de coisa boa por aí.

  • Veremos Pedrão! Concordo com vc. Abs

  • Anderson Nunes

    Concordo…aguardar para ver, fato que ficou muito superficial..o tal do refrão repetitivo…etc,para tentar agradar a molecada…mas isso não é U2…eu admiro a viagem musical que tinham, sobretudo AB e ZOO…até mesmo o Passengers acho duca…

  • Anderson Nunes

    E lá veio o novo single “the best thing”…puta sensação de desapontamento…não entendo como uma banda como o U2 perde a linha desta forma…não dá para entender…mais uma música B-side…cadê as texturas, melodias,etc?sumiu?além de comercial é música para adolescente…

  • Neto Neto

    Gente, entendo o ponto de vista de todos e respeito. O meu é: U2 pode fazer um álbum só cantando PARABÉNS PRA VOCÊ ! Que pra mim será a melhor música ! Há 30 anos ouvindo esses caras e pra mim soa como vinho ou uma obra dos grandes artistas, quanto mais velho melhor fica. Sugiro decifrar algumas pérolas na letra da música e verá que continua ali a metáfora do sagrado com o profano do rock. Mas isso fica pra outra. Abc

  • Sergio Luis Pereira

    Olá!! Comprei 02 ingressos para o dia 21/10 Arquibancada 1 e infelizmente não poderemos ir.
    estou vendendo, caso alguém tenha interesse favor entrar em contato pelo Whatup 47 989085815.
    Abraço
    Sérgio Pereira

  • Marcos

    A Intro deste sim lembra Zoo Station. Espero muito deste álbum e espero não quebrar a cara tbm. O último grande álbum pra mim foi POP.