1982: Casamento e religião
1982: Casamento e religião
24 de junho de 2015
1982: Casamento e religião
Vetri
Newsposter e editor de vídeo do U2 Brasil

O U2 já começa o ano ganhando sete prêmios numa votação realizada pela revista Hot Press. E não é só nessa votação que a banda aparece. Em uma outra feita pela revista NME, o U2 aparece na quinta posição como melhor grupo, na quarta posição como melhor álbum (October), Bono aparece na sexta posição como o melhor cantor e The Edge alcança a terceira melhor posição como melhor guitarrista.

Ainda no começo do ano a banda viaja aos EUA para continuar sua turnê, October Tour. Isso não começa bem. No show em Nova Orleans, dois fãs atiram cubos de gelo em Bono. O líder do U2 acaba revidando e despeja cerveja neles. Richard Cock, escritor da revista NME, estava presente no show para relatar o progresso do U2. Ele apresentou o fotógrafo holandês Anton Corbijn. Aqui começa a relação do U2 com Anton, que passou assim a trabalhar com a banda durante muito tempo, produzindo fotografias icônicas do grupo. A ligação com Anton foi absolutamente instantânea. Veja o que o fotógrafo tem a dizer sobre quando conheceu o U2:

Eu não gostava muito da música deles. Eu os ouvi pela primeira vez quando estava no avião para Nova Orleans, para fotografá-los. Eles tinham acabado de lançar October. Eles iam tocar num barco no Mississippi, e eu pensei: ‘Ok, vou ficar por apenas algumas músicas e depois vou embora’. Mas quando cheguei vi que o show decolou e eu não consegui sair de lá.

Richard Cook viaja com o U2 num ônibus de Nova Orleans para Austin e faz uma entrevista com a banda. Cook pergunta sobre a falta de sucessos do U2 nas paradas e Bono responde dizendo: "E daí? Vendemos mais do que os hits das outras bandas. Animamos muito mais o público. Mas o tempo pode ter vindo para aprimorarmos nossa visão sobre singles." Bono, The Edge e Larry são convidados para tarefas religiosas na Westlake Bible Church. No caminho de Austin para San Antonio, a banda acaba visitando um zoológico no qual Adam relata:

O ponto mais alto de tudo foi um macaco doido que sofria de ataques epiléticos e gritava tanto que até gelava o sangue. Até que foi um grito quieto até Bono começar a cantar e enfurecer ainda mais a criatura, que começou a gritar muito mais alto. Bono correspondeu ao volume até que o demente do macaco começou a bater a cabeça na parede.

Terry Mattingly, da revista de música cristã CCM, entrevistou a banda sobre sua fé. Edge diz que é hora de falarem sobre isso e que ele, Larry e Bono usam a Bíblia para estudo e rezas a fim de relaxarem após os shows. Bono diz que não quer que a banda seja um estereótipo de “banda religiosa”, mas tem a certeza que muitos fãs compreendem a mensagem em várias canções do grupo. The Edge ainda relata:

Nós entendemos que a banda... está em um momento de passagem. Por muito tempo em entrevistas nunca falamos sobre o fato de sermos cristãos, achando que as pessoas nos entenderiam mal. É fácil para aqueles que não são cristãos, especialmente para escritores que não compreendem, pegar o que dissermos e interpretar de maneira errada. Eu realmente acredito que Cristo é como uma espada que divide o mundo, e agora é hora de deixarmos as pessoas saberem onde nos encontramos. Sabe, para a maior parte do mundo, o nome Jesus Cristo é como alguém raspando a unha num quadro-negro.

A diversão do U2 não para só em zoológicos. Assim que chegam a Denver, a banda acaba indo esquiar em um resort fora da cidade assim. Eles não avisam a ninguém pensando que isso não seria aprovado. Ao retornarem a Denver, o U2 vai ao cinema assistir ao filme "Reds", que fora lançado no ano anterior. Em março a banda passa algum tempo nos estúdios e acabam gravando a canção "Be There", que nunca foi lançada. E também algumas idéias que acabarão se tornando a canção "Endless Deep", que estará presente no lado B do álbum "The Unforgattable Fire".

Por causa da brusca queda de vendas do álbum "October" e da necessidade de se expor mais, o U2 acaba abrindo para a banda J. Geils Band, numa série de 14 shows para o Premier Talent, o que acaba ajudando a banda a ter mais experiência em grandes arenas e ganhar um dinheiro extra. Durante esses shows Paul McGuinness traz a idéia do U2 tocar na parada de St. Patrick em Nova York, como jogada de marketing, colocando uma banda irlandesa para tocar numa parada irlandesa. O plano acaba não dando certo pois os organizadores do evento queriam colocar o artista irlandês Booby Sands como atração. McGuinness acaba conversando com os oficiais do evento e o debate acabando indo parar no assunto sobre o IRA. O U2 desiste de se apresentar na parada por não querer que todos pensem que eles são adeptos do IRA. A banda acaba sendo fotografada por Lynn Goldsmith enquanto desfilava, não oficialmente, pela parada usando guarda-chuvas. Os organizadores se irritam e os membros do U2 quase acabam detidos. Para que o tempo que a banda passa em Nova York não seja desperdiçado, dois shows são arranjados às pressas, no The Ritz, um clube de rock local, onde a banda havia realizado seu primeiro show nos EUA, dois anos antes pela Boy Tour.

Ainda em março o U2 lança os singles "A Celebration" e "Trash, Trampoline, And the Party Girl", que atingem a posição número 47 nas paradas britânicas. A música "Fire" está no lado B no lançamento japonês. Chega ao fim a série de 14 shows de abertura para a banda J. Geils Band, trazendo benefícios para o U2, com o advento de mais fãs, uma grande conquista para uma banda de abertura. O líder da J. Geils Bands relata: "Nunca houve qualquer sensação de estarmos sendo ameaçados, mesmo que o U2 tenha tido nove encores! Nós nos sentimos felizes por estar lá uma banda que tinha integridade. Nós o respeitamos."

O U2 acaba cancelando os planos de continuarem a turnê no Canadá, Austrália, Japão e até na Índia. Assim eles acabam tendo o primeiro grande descanso após dois anos. Eles retornam à Irlanda e alugam uma casa em Howth para usarem para ensaios durante o verão. Em abril o U2 grava o clipe da música "A Celebration" no Kilmainhaim Jail, em Dublin, com direção de Meiert Avis. Mais uma vez Bono e The Edge falam sobre sua fé em uma entrevista na cidade com Derek Poole, escritor da Streams, uma revista cristã de Belfast.

Na metade do ano o U2 faz um show pela October Tour em Hattem, na Holanda, para a televisão local. A Island Records acaba lançando a versão de "I Will Follow" deste show para single na Holanda e na Alemanha. A canção acaba atingindo o 12º lugar nas paradas locais e o single se tornou um item muito procurado pelos colecionadores. "Gloria" está presente no lado B. Com o U2 tocando diversos shows no verão europeu, Bono procura novas maneiras de se conectar com o público. No show em Torhout, durante "The Electric Co.", Bono sobe até o topo do andaime do palco para espanto do público com uma bandeira branca. Isso se tornaria freqüente nos shows seguintes. Em julho, o U2 faz um concerto gratuito na cobertura em um centro comunitário Sheriff Street, em Dublin, como parte de um festival chamado Inner City Looking On. Alguns membros da multidão conseguiram subir no telhado para se juntar ao U2. Antes de “An Cat Dubh”, um grande homem embriagado confronta Bono e insiste que ele execute a música "Let’s Twist Again". Bono fez isso à capela, com a multidão preenchendo as letras que ele não conhecia. Durante o show ainda, um garoto fica atrás da bateria de Larry e uma garota pula nos braços de Bono enquanto ele canta.

Em agosto, o U2 começa a trabalhar no próximo álbum "War" com o produtor Steve Littlewhile. Ao contrário dos dois primeiros álbuns, a banda está mais preparada e tem um plano assim que entram no estúdio. Para Adam, no passado, eles não sabiam o seu trabalho quando entravam em um estúdio, mas no caso do álbum "War" você pode ouvir mais arranjo entre o baixo e a bateria. Para o baixista, nos primeiros dois álbuns, o ritmo de Edge não estava maduro e agora eles eram uma banda muito mais rigorosa. As gravações aconteceram por 4 meses. Foi apenas no último dia que eles gravara, "40", e como Adam não estava, The Edge acabou tendo que tocar a guitarra e o baixo. Steve Lillywhite relembra:

‘Ok, agora precisamos ser o The Clash.’ Eu sempre tinha essas lembranças de Bono dizendo pro Edge: ‘Não faça isso! Não seja o The Edge! Seja Mick Jones!’ – tentando fazer com que Edge toque a guitarra de forma mais agressiva. Edge é muito extravagante e volátil como pessoa, e acho que Bono queria que ele fosse mais aguçado e mais afiado.

Houve apenas uma interrupção. Foi no dia 21 de agosto, por causa do casamento de Bono com Alison Stewart. A cerimônia aconteceu em Raheny, em Dublin e foi realizada pelo reverendo Jack Heaslip (falecido em 2015). Adam é o padrinho de casamento de Bono, isso mostra que não há mais aquele conflito de crenças que assombrou o grupo nos anos anteriores. Bono e Ali passam a lua de mel na Jamaica, por duas semanas.

No final do ano, o U2 começa uma série de shows na Europa, tocando músicas do álbum War que ainda nem tinha sido lançado, como "Sunday Bloody Sunday", "Surrender" e "New Year’s Day". Bono dizia na época que “Sunday Bloody Sunday” nunca iria ser tocada nas rádios devido à letra. A essa altura o U2 era muito bem visto, tanto que em um desses shows, um membro do público atirou frutas e iogurtes numa das bandas de abertura, devido à ansiedade pelo início do show do U2.

O vídeo de "New Year’s Day" é gravado no resort de esqui de Salen. A banda chega ao local de helicóptero. Já em terra, ou melhor neve, a banda finge estar tocando a canção enquanto a equipe de filmagem grava. Já ao anoitecer, a banda muda de locação e continua a gravar o clipe em volta de uma fogueira.

Em um dos últimos shows do ano, em Belfast, Irlanda do Norte, o U2 está preocupado em tocar "Sunday Bloody Sunday". Bono promete que nunca tocará mais a canção em Belfast se o público não gostar dela, mas eles respondem com entusiasmo, de forma positiva. “Foi muito emotivo” – relembra Larry – "É uma canção muito especial, pois foi a primeira vez que fizemos um comunicado antes." O ano termina com o fim da Pré-War Tour com três shows em Dublin.

Fiquem ligados no U2BR para os próximos posts rumo aos 40 anos de carreira do U2!

Notícias relacionadas
SIGA O U2BR NAS REDES SOCIAIS


SIGA O U2BR NAS REDES SOCIAIS
parceiros
apoio
ouça a rádio oficial
CONTRIBUA COM O NOSSO PROJETO. CLIQUE AQUI PARA SABER COMO.
© 2006-2022 U2 Brasil PROJETO GRÁFICO: NACIONE™ BRANDING Special thanks to Kurt Iswarienko and iinchicore (Photography)