As 10 melhores performances da eXPERIENCE + iNNOCENCE Tour, leg 2 | U2 Brasil
25 de novembro de 2018 · eXPERIENCE + iNNOCENCE Tour
As 10 melhores performances da eXPERIENCE + iNNOCENCE Tour, leg 2
VictorRuyzPostado por VictorRuyz

10 – The Unforgettable Fire

Apresentação única e memorável, com direito a um pequeno show de luzes sincronizadas com o instrumental. Ver o U2 resgatar clássicos antigos e uni-los com a força tecnológica que alcançou na fase “experiente” da carreira é mágico. Literalmente, a união da experiência com a inocência. Tal qual o título da turnê sugere.

09 – Summer Of Love

A apresentação contou com Bono definindo The Edge como o membro mais perigoso do U2.

Tem se concretizado o fato de que em toda turnê o U2 escolhe uma faixa do álbum mais recente e transforma em uma música acústica. Feliz ou infelizmente. Tem quem espera ver “Every Breaking Wave” na versão original até hoje. Acredito que muitos terão o mesmo sentimento com “Summer Of Love” daqui pra frente. Ao menos fomos agraciados com a presença da baladinha.

O telão foi um complemento grandioso. Aqueles ligados a fotografia de filmagens ficarão boquiabertos com a qualidade visual apresentada pela banda.

08 – Love Is Bigger Than Anything In Its Way

Citamos essa música na lista das 10 melhores da leg americana e foi necessário citar novamente.

Os garotos que saíram da Irlanda para conquistar o mundo estavam de volta ao berço exaltando o amor. Nada melhor do que celebrar o amor nos braços da família. O U2 sempre se mostra ainda melhor quando retorna a Dublin.

07 – New Year’s Day

Uma versão nova para um clássico. Tendência atualizante que advém do tempo.

06 – Acrobat

Tocaram essa música ao vivo pela primeira vez na leg passada e mantiveram fixa no setlist. Vale observar que Bono citou Trump e Bolsonaro, fazendo-lhes críticas. Há americano que discorda da opinião de Bono quanto ao empresário da Casa Branca, há brasileiro que discorda de Bono em relação ao presidente eleito do Brasil. E há os que concordam. Já que Bono não é presidente de país nenhum, vamos relevar as divergências políticas e aproveitar a música. Para convergir com os diferentes de nós, precisamos, muitas vezes, ser acrobatas. Vale a pena o exercício.

05 – Landlady

Canção que deveria ter sido fixa no setlist. Uma das melhores do álbum e a melhor maneira com a qual iniciaram um encore nessa turnê.

Antecedida por um belo snippet de “Women Of The Word”. Porém, Bono faz um breve discurso entre as duas coisas. A voz do vocalista esteve impecável.

04 – Even Better Than The Real Thing

“Paul está morto. Nem sei quem é ele. Eu sou o ‘fucking’ Bono”.

Uma das melhores músicas da iNNOCENCE Tour apareceu durante a segunda leg de eXPERIENCE.

“Podemos concordar sobre nosso vício? Álcool? Drogas? O espírito santo? Espero que sim. Mas hoje, são vocês.”

“YOU TAKE US HIGHER!”

03 – Who’s Gonna Ride Your Wild Horses

Canção tocada uma única vez na leg anterior agora apareceu nos shows feitos na Europa. Quanto mais o quarteto toca alguma música, melhor ela fica. E “Horses” é uma delas.

02 – Stay (Faraway, So Close!)

Tocaram “Stay” em pouco mais da metade dos shows dessa leg.

Em Amsterdã, Bono citou David Bowie, Nick Cave, Iggy Pop, entre outros, antes da apresentação.

Edge errou bem na parte “is that what it is” e Bono aproveitou da situação para brincar com o ocorrido.

O fato da banda NUNCA ter trocado de membros não entra muito nas pautas das conversas, mas merece ser citado sempre. Cada vez ensinam mais sobre parceria e irmandade. Não sei qual outra banda faz graça com os erros acima do palco. A noção de que U2 não é só uma banda, mas sim uma família torna tudo mais encantador. Literalmente, como citado acima, o vício do U2 é a união, é a paixão pela música. Os quatro se complementam, nós complementamos a banda ao longo do percurso e eles complementam nossa história nos presenteando com uma amável trilha sonora.

01 – Dirty Day

O show remarcado.

A superação do susto por Bono ter perdido a voz – fato este que ocorrera somente duas vezes na carreira do cantor – meses atrás.

A turnê não terminou como o cronograma original havia programado. Não estavam em Dublin, no lar. Estavam fora de casa.

“Dirty Day” foi tocada 3 vezes durante a leg europeia. Os alemães outrora aflitos devem ter comemorado o incidente anterior.

É bem provável que a banda tenha resolvido ensaiar “Dirty Day” ao vivo em Dublin para presentear a audiência alemã – uma recompensa pelo imprevisto anterior.

De qualquer forma, de todas as apresentações, foi a melhor.

Bono fez uma grande homenagem aos pais dos membros da banda. O encontro da inocência com a experiência. Talvez o detalhe que faltava para a turnê ser completa.

“From father to son.”

“THE DAYS, DAYS, DAYS RUN AWAY LIKE HORSES OVER THE HILL”

+ Confira a lista das 10 melhores performances da primeira leg


Compartilhar notícia

  • 97
  •  
  •  
avatar
  Inscrever-se  
Notificar-me de