Especial Boy 40: Os shows no McGonagle’s
Especial Boy 40: Os shows no McGonagle’s
18 de agosto de 2020
Especial Boy 40: Os shows no McGonagle’s
Antigamente chamado de “The Crystal Ballroom”, o McGonagle’s foi palco de uma série de shows do U2 que renderam a gravação do primeiro single, o “U2-3”.
Marina
Newsposter e colunista do U2 Brasil

Após os shows no Dandelion, o U2 permaneceu em sua jornada de participar de outros shows para promover seu trabalho. É preciso, portanto, situar a banda no tempo e no espaço. A cidade de Dublin no início dos anos 70 desfrutava de uma rica cena musical com muitas bandas locais, que percorriam os incontáveis palcos de música ao vivo da cidade. Um desses palcos estava no McGonagle's, situado na South Anne Street.

Longe do improviso que era o Dandelion Market, onde a banda antes se apresentou, o McGonagle's era especial para os amantes de boa música que viviam em Dublin na época – era um local de significado e história, desde a década de 50. Até os anos 60 era chamado de “The Crystal Ballroom” e recebia orquestras de jazz. Logo, passou a receber as bandas locais da época e rapidamente se tornou um local em que os jovens irlandeses iam todas as semanas para se divertirem e dançarem ao som dos últimos sucessos. Para que se tenha em conta a importância do local, em 1963, aquele palco recebeu Johnny Cash. Na década de 70, então, o local fora renomeado para McGonagle's.

A propósito, essa “era de ouro” do local foi eternizada pelo U2 na canção de mesmo nome: “The Crystal Ballroom”. Bono escreveu essa canção em memória de seus pais que, anos antes, costumavam se encontrar ali para dançar. A pista de dança frequentada por seus pais era agora o lugar que lhes cedia o palco para recebê-los como atração:

“Minha mãe morreu quando ela estava no funeral de seu pai. Eu tinha apenas 14 anos. E nesta música que estou cantando 'todos estão aqui esta noite, todos menos você' (...) E sou eu querendo ver minha mãe dançar novamente no ‘Crystal Ballroom’, para ela ver o que aconteceu com seu filho”. (Bono)

O McGonagle's, então, para a cidade e para os músicos de Dublin, desempenhava um papel central, apresentando bandas que abrangiam o espectro musical mais atual à época. Era, enfim, um local muito importante para a história então incipiente do U2.

Na foto acima estão: em primeiro plano, Peter McCluskey, guitarrista da banda The Strougers; ao fundo, Denis Rusk (de cabeça baixa, também integrante da banda The Strougers) e, ao seu lado Bono e Ali Hewson – todos no camarim do McGonagle's, antes de uma apresentação. Peter conta sobre os encontros da sua banda com o U2 naquela época:

“Você não acreditaria quantas outras bandas de Dublin odiavam o U2 naquela época. Eles os odiavam porque pensavam que eram crianças ricas ou pareciam arrogantes. Tocando com eles, nunca me deparei com o U2 assim. Acho que fui um dos primeiros fãs deles. Bono sempre foi muito educado se estivéssemos conversando com ele antes de um show. Lembro claramente que, se você falasse com Edge, ele lhe dava toda a atenção. Ele não estaria bagunçando ou se distraindo; ele ouviria cada palavra do que você dissesse. Então o U2 tocou. Não posso explicar como o U2 soou bem tocando para 20 pessoas”.

E complementa:

“Para começar, Larry Mullen havia saído da Artane Boys Band, então ele era um baterista de verdade. Ele poderia fazer esse barulho inacreditável. Edge tinha uma guitarra Gibson Explorer de aparência muito futurística, mas ele realmente podia tocá-la e Adam completava o som”.

Ele conta que um pouco depois dessa foto, as coisas mudaram radicalmente para o U2, que passou para uma categoria diferente dos artistas locais, lançou um álbum e, tempos depois, passaria a receber convites para uma tour na América.

De fato: no verão de 1979, o U2 apresentou-se no McGonagle's em quatro shows consecutivos que eram realizados nas noites de quinta-feira. O U2 era anunciado como “Jingle Balls”, em alusão a uma festividade de Natal em pleno mês de junho, apresentando-se em um local enfeitado com decorações de Natal. Chas de Whalley, executivo da CBS Records, fora a Dublin para um desses shows, o que rendeu ao U2 um contrato que levou ao lançamento do agora icônico single de estreia da banda: o “U2-3”.

E como foram as gravações desse single? Contaremos no próximo capítulo do nosso especial. Se você perdeu algum capítulo anterior, clique aqui.

Notícias relacionadas
SIGA O U2BR NAS REDES SOCIAIS


SIGA O U2BR NAS REDES SOCIAIS
parceiros
apoio
ouça a rádio oficial
CONTRIBUA COM O NOSSO PROJETO. CLIQUE AQUI PARA SABER COMO.
© 2006-2022 U2 Brasil PROJETO GRÁFICO: NACIONE™ BRANDING Special thanks to Kurt Iswarienko and iinchicore (Photography)