Adam fala sobre homenagem da MusiCares e próximo álbum do U2 | U2 Brasil
4 de julho de 2017 · Adam · Notícias
Adam fala sobre homenagem da MusiCares e próximo álbum do U2
Postado por VictorRuyz

Por ser uma das maiores bandas do planeta, a exigência que o U2 tem para consigo mesmo pode soar estranha. Aliás, quando você é imenso tal qual essa banda, o que é “bom o suficiente”? E como você luta contra a síndrome de dinossauro, que atinge várias bandas (não precisamos citar nomes) – artistas veteranos que sobrevivem com hits do passado, enquanto suas novas canções são ouvidas apenas no intervalo para ir ao banheiro? É uma síndrome da carreira musical com a qual o U2 luta – e sai vencedor – constantemente contra.  O custo é a longa demora para se finalizar novos trabalhos.

Com isso, a banda permanece com a muito bem sucedida The Joshua Tree Tour, em comemoração ao disco de mesmo nome. E Adam, em entrevista para a Variety, fala um pouco sobre o passado, presente e futuro:

Como é o sentimento de revisitar The Joshua Tree após tantos anos?

Nós não estamos voltando a isso por ser a única maneira de sairmos por aí fazendo alguns shows; nós estamos voltando para comemorar e celebrar o lançamento desse álbum- e, de alguma forma, olhar o tanto que o U2 mudou ao longo desses anos. É sobre o quão foram mudados aqueles jovens garotos após estourarem para o mundo – eu acho que levamos cerca de 10 anos para nos recuperarmos do sucesso de The Joshua Tree.

É verdade que vocês terminaram o próximo álbum, “Songs of Experience”, mas decidiram repensar nele após a eleição de Trump?

Sim. É exatamente esse o sentimento. Uma vez que a eleição ocorreu, nós não queríamos lançar o álbum sem ter um tempo para avaliar o que estava acontecendo. “Vamos reexaminar onde estamos”. Acredito que isso foi melhor para as composições e a mensagem que queremos passar – como sempre fazemos.

“Songs of Experience” está pronto para ser lançado, pois não precisou de muita cirurgia – somente um pouco de maquiagem. “Podemos lançar esse álbum nesse ano, ou celebrar ‘The Joshua Tree’ e lançar o novo trabalho após isso”, pensamos. O problema foi que a turnê foi tão bem sucedida que acabou ganhando várias novas datas. Então, o álbum está pronto, mas não sei quando irá acontecer, por causa que a turnê ainda está rolando. “Songs of Innocence” e “Songs of Experience” são como histórias que se completam. Planejamos a tour deste álbum para ser em arenas, assim como foi com a “iNNOCENCE Tour”. “iNNOCENCE Tour” foi bem impactante e poderosa – para o público e para nós. Nós queremos continuar com essa intensidade.

Você estará sendo homenageado pela MusiCares na próxima semana. Por que essa organização é tão próxima do seu coração?

Acho que a razão é que, sendo alguém que passou por reabilitação e recuperação, eu realmente tenho o conhecimento que várias pessoas possuem problemas com adicção, e isso é algo que não entendem direito. As pessoas podem ser preconceituosas e dizerem que os adictos são fracos ou maus, mas minha experiência em recuperação diz que este pessoal, que sofre com isso, é muito corajoso. É ótimo saber que você tem uma segunda chance. Fui muito sortudo. Há cerca de 19 anos, o sucesso de “The Joshua Tree” realmente balançou minha cabeça e não soube agir com isso. Eu não sei o que havia de errado em mim, mas alguns músicos foram até mim e mostraram que eu poderia estar em uma banda sem ser autodestrutivo. Um desses foi Eric Clapton. Foi maravilhoso ouvi-lo dizer que existe ajuda e há vida após parar de beber. Sou muito grato a qualquer organização que ajuda pessoas a ficarem limpas.

Nota da equipe: A entrevista é do dia 20 de Junho. Adam já foi homenageado no último dia 27.

Fonte: Variety


Compartilhar notícia